Pessoas do Opus Dei

Dos 90 mil membros, 98% são leigos, homens e mulheres, e a maioria, casados. Os 2% restantes são sacerdotes.

LEIGOS E SACERDOTES

O Opus Dei é constituído por um prelado, um presbitério ou clero próprio e leigos, mulheres e homens. No Opus Dei não existem diferentes categorias de membros. Existem, simplesmente, modos diversos de viver uma mesma vocação cristã de acordo com as circunstâncias pessoais de cada um: solteiros ou casados, sãos ou doentes, etc.

A maioria dos fiéis do Opus Dei (atualmente, por volta de 70%) são membros supernumerários: trata-se geralmente de homens e mulheres casados, para quem a santificação dos deveres familiares são parte primordial da sua vida cristã.

Os demais fiéis da prelazia são homens ou mulheres que se comprometem a viver o celibato, por motivos apostólicos. Os adscritos vivem com suas famílias ou onde lhes for mais conveniente por razões profissionais.

Os numerários vivem normalmente nos centros do Opus Dei, porque as circunstâncias lhes permitem permanecer plenamente disponíveis para cuidar dos labores apostólicos e da formação dos demais fiéis da prelazia. As numerárias auxiliares dedicam-se principalmente à atenção dos trabalhos domésticos das sedes dos centros da prelazia, que é a sua atividade profissional normal.

O clero da prelazia procede dos fiéis leigos numerários e adscritos do Opus Dei que, livremente dispostos a ser sacerdotes e depois de vários anos de pertencerem à prelazia e de realizarem os estudos prévios ao sacerdócio, são convidados pelo prelado a receber as sagradas ordens. O seu ministério pastoral desenvolve-se principalmente ao serviço dos fiéis da prelazia e das atividades apostólicas promovidas por eles.

AMBIENTE DE FAMÍLIA

Um traço característico da fisionomia do Opus Dei é o ambiente de família cristã. Esse tom familiar está presente em todas as atividades que a prelazia organiza. Materializa-se também no calor de lar dos seus centros, na simplicidade e confiança no trato, e em pormenores de serviço, compreensão e delicadeza que sempre se procuram viver na vida cotidiana.

ALGUNS DADOS

Pertencem à prelazia cerca de 90.000 pessoas, das quais cerca de 2.015 são sacerdotes. Do total de fiéis, aproximadamente metade é de mulheres e metade de homens.