O Batismo como fonte da Unidade

Na audiência geral o Papa refletiu sobre a Semana de oração pela unidade dos cristãos.

Da Igreja e do Papa

Durante esta Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, somos convidados a redescobrir a importância do dom recebido no Batismo, vínculo sacramental da unidade que vigora entre todos os discípulos de Cristo. Todos nós, católicos, ortodoxos e protestantes recebemos o mesmo e único Batismo. Fazemo-lo porque estamos conscientes de que somos pecadores e necessitamos da salvação; e compartilhamos a experiência sermos chamados das trevas ao encontro com o Deus vivo e cheio de misericórdia. Refletir sobre a nossa origem comum na fonte batismal significa, portanto, saber que somos todos irmãos e formamos o povo santo sacerdotal; somos filhos de um único Deus, cuja misericórdia atuante no Batismo é mais forte do que as nossas divisões. Por isso, todos nós, os cristãos, podemos e devemos anunciar a força do Evangelho, comprometendo-nos juntos na realização das obras de misericórdia espirituais e corporais. É nossa missão comum transmitir aos outros a misericórdia que recebemos de Deus, começando pelos mais pobres e abandonados.

* * *

Dirijo uma cordial saudação aos peregrinos de língua portuguesa aqui presentes. Nesta Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, imploremos a graça de viver os nossos compromissos batismais, numa adesão mais profunda ao Rosto da Misericórdia divina que é Jesus, nossa esperança e nossa paz. Que Deus vos abençoe!