Hyeunmin e o seu encontro ao meio-dia

Embora não tivesse fé, Hyeunmin acompanhava todos os dias, no intervalo do almoço, uma colega de trabalho a rezar o Ângelus numa igreja. Assim foi se aproximando da Igreja Católica.

Opus Dei - Hyeunmin e o seu encontro ao meio-diaBatismo de Hyeunmin

Conheci o Opus Dei graças a uma amiga, colega de trabalho. Durante o intervalo do almoço, a minha amiga vai sempre a uma igreja que fica perto do escritório e reza lá o Ângelus, um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Glória.

Eu não tinha fé, mas sentia curiosidade e simpatia pelo catolicismo e, de um modo natural, comecei a acompanhar a minha amiga à igreja para rezar; até aprendi as orações de cor. Além disso, ensinou-me a rezar o terço enquanto dávamos uma volta no intervalo de almoço. Graças a isto, agora costumo ir à igreja e rezo o terço, e percebo que nosso Senhor está por detrás de tudo o que me acontece.

Mais tarde a minha amiga convidou-me a ir a um centro do Opus Dei e, depois de um ano recebendo catequese, fui batizada. Agora sou Cooperadora do Opus Dei.

Frequentemente, os problemas que surgiam no trabalho, também com os meus colegas, faziam-me sofrer. Antes de ter fé, era duro e doloroso resolver ou aceitar esses problemas. Não me sentia responsável por essas situações e, portanto, não examinava a minha atitude ou o meu comportamento. Depois de receber o Batismo, comecei a frequentar os meios de formação proporcionados pelo Opus Dei e a ter orientação espiritual com um sacerdote. Ao falar com o sacerdote, descobri a parte de responsabilidade que eu tinha nesses desentendimentos com os meus colegas.

Quando participo nas atividades que se organizam no Centro da Obra, aprendo como uma pessoa de fé deve comportar-se e proponho-me ser perseverante nas minhas orações. Pela minha parte, procuro pôr em prática o que vou aprendendo através do acompanhamento espiritual.

As minhas disposições, tanto interiores como exteriores, começaram a mudar. Compreendi a importância da oração diária e estou começando a ter uma vida interior mais profunda. Cada vez entendo melhor e aceito com mais facilidade as coisas que me acontecem.